segunda-feira, 25 de abril de 2016









.....
Não Atualizarei este blog nos próximos dias, porque estarei de férias. Retorno dia 23 de maio. Durante esse período, estarei acompanhando o São Paulo FC na Taça Libertadores e no Campeonato Brasileiro. Vamos torcer para que o time melhore. #AtéaVolta

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Classificação dramática

O São Paulo está nas oitavas de final da Taça Libertadores! A vaga foi conseguida com um empate dramático em 1 a 1 diante do The Strongest, nesta quinta-feira. O Tricolor Paulista começou perdendo e precisou superar não somente a altitude de La Paz, mas também uma expulsão do goleiro Denis no fim da partida. Como as três substituições já haviam sido feitas, o zagueiro Maicon teve que atuar como goleiro. Depois de o árbitro apitar o fim do jogo, o atacante Calleri, autor do gol salvador, também recebeu o cartão vermelho.
O São Paulo vai à Conmebol para tentar anular a expulsão de Calleri. A confusão começou depois de os jogadores comemorarem a classificação. Jogadores do The Strongest partiram enfurecidos para cima do camisa 12 do São Paulo. No meio do tumulto, o árbitro mostrou o cartão vermelho para Calleri.
Nas oitavas, o São Paulo terá o Toluca, do México. O primeiro jogo, acontece já na semana que vem. A primeira partida será no Morumbi.
Calleri é o grande destaque do São Paulo na Libertadores. O gol sobre o The Strongest foi seu gol de número oito na competição. Os números são incríveis. Sua média é de 1,14 gol por jogo na Taça Libertadores. Na história do clube, cinco jogadores têm mais gols do que ele: Rogério Ceni e Luis Fabiano (14), Muller, Palhinha e Pedro Rocha (10). Os últimos sete gols marcados pelo time na temporada foram do atacante argentino.
Denis está suspenso. Renan Ribeiro ainda se recupera de uma apendicite. O São Paulo tem, para o primeiro jogo da fase de oitavas de final da Taça Libertadores, apenas Léo, goleiro de 25 anos, formado na base e com apenas 45 minutos de jogo como profissional. Será que ele vai jogar? Não terá ninguém no banco.
THE STRONGEST 1 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz, Bolívia
Data: 21 de abril de 2016, quinta-feira
Horário: 21h45 (Hora de Brasília)
Cartões amarelos: Pablo Escobar (Strongest); Denis, Bruno (São Paulo)
Cartão vermelho: Denis e Calleri (São Paulo)

Gols: Cristaldo, aos 28 minutos do primeiro tempo para o Strongest. Calleri, aos 43 minutos do primeiro tempo para o SPFC.

THE STRONGEST: Vaca; Bejarano, Marteli, Maldonado e Cristaldo (Ramallo); Chumacero (Neumann), Veizaga, Castro e Wayar; Pablo Escobar e Alonso (Torres)
Técnico: César Farías

SÃO PAULO: Denis; Bruno (Mateus Caramelo), Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Wesley, Kelvin e Michel Bastos (Ganso); Calleri (Alan Kardec)
Técnico: Edgardo Bauza

quinta-feira, 21 de abril de 2016

São Paulo enfrenta o The Strongest na altitude da Bolívia. Vale a permanência na Taça Libertadores

Tá em jogo o primeiro semestre do time. Eliminado do Campeonato Paulista domingo passado, o São Paulo joga nesta quinta-feira buscando a permanência na Taça Libertadores da América. O Tricolor Paulista precisa somente de um empate diante do The Strongest, às 21h45 (Hora de Brasília), em La Paz, para se classificar para a fase de oitavas de final da competição.
O São Paulo tem oito pontos, assim como o River Plate, que é o líder do grupo e leva vantagem no saldo de gols (9 do River e 6 do SPFC). Enquanto isso, o The Strongest tem sete pontos.
THE STRONGEST X SÃO PAULO

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz, Bolívia
Data: 21 de abril de 2016, quinta-feira
Horário: 21h45 (Hora de Brasília)

THE STRONGEST: Vaca; Bejarano, Marteli, Maldonado e Cristaldo; Veizaga, Castro, Chumacero e Pablo Escobar; Alonso e Ramallo
Técnico: César Farías

VS

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Wesley, Ganso (Kelvin) e Michel Bastos; Calleri
Técnico: Edgardo Bauza

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Mais um fracasso

Embalado com a vitória sobre o River Plate pela Taça Libertadores da América, o São Paulo não conseguiu repetir o bom desempenho da última quarta-feira. Pelo contrário. O time treinado pelo argentino Edgardo Bauza foi completamente dominado pelo Audax. O Tricolor Paulista cansou de errar defensivamente e acabou saindo de campo com a goleada de 4 a 1.
Eliminado no Campeonato Paulista, o time agora viaja para a Bolívia onde nesta quinta-feira precisa de pelo menos um empate diante do The Strongest, suficiente para se classificar para a fase de oitavas de final da Taça Libertadores da América. Em caso de derrota, o clube amargará duas eliminações seguidas em um curto espaço de tempo.
O São Paulo ainda não venceu fora de casa e isso tem sido um dos problemas permanentes do time nesta temporada. Em onze jogos disputados, foram quatro derrotas e sete empates. O retrospecto é preocupante: nesta quarta-feira, a missão é na altitude de La Paz.
AUDAX 4 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco (SP)
Data: 17 de abril de 2016, domingo
Horário: 18h30 (Hora de Brasília)
Público: 7.920 pessoas

Cartões amarelos: Thiago Mendes e Alan Kardec (São Paulo)

Gols: Ytalo, aos 27 e 42 minutos do primeiro tempo, Mike, aos cinco, Juninho, aos 25 minutos do segundo tempo para o Audax. Calleri, aos 36 minutos do primeiro tempo para o SPFC.

AUDAX: Sidão; Yuri, Bruno Silva (Bruno Lima), André Castro e Velicka; Tchê Tchê (Felipe Rodrigues), Camacho (Maurício), Juninho e Mike; Ytalo e Bruno Paulo
Técnico: Fernando Diniz

VS

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Lugano, Rodrigo Caio e Mena; Hudson (Wesley), Thiago Mendes, Kelvin (Centurión), Ganso e Michel Bastos (Alan Kardec); Calleri
Técnico: Edgardo Bauza

sexta-feira, 15 de abril de 2016

São Paulo planeja mudanças no elenco após o estadual e a Taça Libertadores

O técnico argentino Edgardo Bauza já disse que quer quatro ou cinco reforços na metade desta temporada. A prioridade é acertar com dois atacantes, um jogador para o meio de campo e outro para a defesa. Como o São Paulo deve ter mudanças no atual elenco após as disputas do Campeonato Paulista e da Taça Libertadores, a ideia é fazer essa reformulação depois da definição das duas competições.
Principal artilheiro do ano, com 10 gols, Calleri é a principal preocupação do clube. O atacante argentino com números excepcionais na Taça Libertadores (sete gols em seis jogos) tem contrato até o dia 30 de junho e só ficaria em caso da conquista do título da competição. Mas o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, prometeu fazer de tudo para mantê-lo.
Maicon, zagueiro emprestado pelo Porto, também tem vínculo válido até 30 de junho. Titular no time, o defensor avisou à diretoria que há possibilidade de esticar o contrato até dezembro. É o desejo do próprio jogador, companheiro de Rodrigo Caio na defesa.
Wilder Guisao deve sair. O colombiano contratado por indicação de Juan Carlos Osorio está emprestado até 15 de julho pelo Toluca, do México.
Centurión é outro com permanência indefinida. A diretoria cogita emprestar o argentino. O presidente do Vitória demonstrou recentemente interesse no atleta. Mas, Edgardo Bauza gosta do jogador e deverá acertar a situação do meia-atacante. O contrato de Centurión vale até fevereiro de 2017.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

São Paulo vence o River com grande atuação de Calleri

Para muitos pode parecer bobagem, coisa de torcedor ou coisa do futebol. Mas para o são-paulino é realidade: o Morumbi tem uma ligação especial com a Taça Libertadores. A boa vitória por 2 a 1 sobre o River Plate, com o estádio cheio, em partida válida pela penúltima rodada da fase de grupos da competição, comprovou isso. A torcida jogou junto, os jogadores se entregaram, brigaram (literalmente) e o atacante argentino Calleri se destacou com dois gols. Para um time que sofria longe de sua casa quando jogava no Pacaembu, o retorno ao Morumbi fez bem. Oito gols em dois jogos. Agora, só falta um ponto para chegar ao objetivo: a classificação. Que venha a altitude de La Paz, diante do The Strongest, na próxima quinta-feira, dia 21.
Com o resultado de ontem, em casa, o São Paulo fica dependendo só de si para avançar a fase de oitavas de final da competição. A situação ficou mais confortável. Agora com oito pontos, o Tricolor Paulista aparece na segunda colocação, igualando o mesmo número de pontos do River Plate, líder da chave, mas perdendo no saldo de gols. O The Strongest, adversário na quinta-feira da próxima semana, tem 7 pontos e ocupa a terceira colocação. Assim, o São Paulo joga pelo empate no jogo que será disputado na Bolívia.
O atacante argentino Calleri se tornou o jogador mais querido da torcida do São Paulo. Com o gol marcado ontem, ele chegou ao de número 10 na temporada, sete deles feitos na Taça Libertadores. O camisa 12, por sinal, é o artilheiro da competição sul-americana. O Morumbi registrou nesta quarta-feira o maior público desta temporada: 51.342 torcedores. A renda foi de R$ 2.550.465,00. Antes, a maior marca foi registrada no clássico entre Grêmio e Internacional do dia 6 de março, na Arena do Grêmio, pelo Campeonato Gaúcho: 44.839 torcedores.
O São Paulo volta a campo neste domingo, às 18h30, para enfrentar o Audax, em Osasco, em jogo válido pela fase de quartas de final do Campeonato Paulista. É partida única. Em caso de empate, a decisão da vaga para a semifinal da competição será nos pênaltis.
SÃO PAULO 2 X 1 RIVER PLATE

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 13 de abril de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (Hora de Brasília)
Público: 51.342 torcedores

Cartões amarelos: Calleri, João Schmidt (São Paulo); Mercado, Domingo (River Plate)

Cartões vermelhos: João Schmidt (São Paulo); Vangioni (River Plate)

Gols: Calleri, aos 28 minutos do primeiro tempo e aos 15 minutos do segundo tempo para o SPFC. Alonso, aos 38 minutos do segundo tempo para o River.

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, João Schmidt, Kelvin (Thiago Mendes), Ganso e Michel Bastos (Centurión); Calleri (Alan Kardec)
Técnico: Edgardo Bauza

VS

RIVER PLATE: Barovero; Casco, Mercado, Balanta e Vangioni; Mayada, Domingo, Nacho Fernández (Bertolo) e D’Alessandro (Lucho González); Rodrigo Mora e Alario (Alonso)
Técnico: Marcelo Gallardo

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Michel Bastos completará hoje 100 jogos pelo SPFC

O meia Michel Bastos completará 100 jogos com a camisa do São Paulo, nesta quarta-feira, contra o River Plate, às 21h45, no Morumbi, pela Taça Libertadores.
Contratado no segundo semestre de 2014 como uma grande aposta da diretoria, o jogador viveu bons e maus momentos no Tricolor Paulista. Neste período, ele teve vestindo a camisa do time 52 vitórias, 31 derrotas e 16 empates. O camisa 7 marcou 19 gols e deu 19 assistências.  
A partida de hoje é importante para o time permanecer com chances de se classificar para a fase de oitavas de final da Taça Libertadores. O São Paulo ocupa a terceira colocação do Grupo 1, com cinco pontos. Enquanto que o seu adversário é o líder da chave, com oito, em segundo está o The Strongest, com sete pontos.
– Espero, junto com esta marca, poder ajudar a equipe e vencer o jogo. Comemorar 100 partidas pelo São Paulo, justamente em um jogo de Libertadores contra um grande clube, é especial. E se eu puder marcar um gol para ajudar, melhor ainda (risos) – disse o jogador ao site oficial do clube.