quinta-feira, 26 de março de 2015

Mais um fracasso

O torcedor do São Paulo mais uma vez, viu o time fracassar diante de um rival. Nesta quarta-feira, na arena Palestra, o Tricolor Paulista não jogou bem e foi derrotado pelo Palmeiras por 3 a 0, em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Paulista.
O momento do time não é bom nem dentro e nem fora do campo. No jogo de ontem, o São Paulo ficou muito longe de jogar futebol. O Tricolor Paulista perdeu a cabeça literalmente. Falhas do goleiro Rogério Ceni, expulsões de Rafael Toloi e Michel Bastos e, atuação mais uma vez desastrosa do meia PH Ganso.
A derrota para o Palmeiras mudará completamente o ambiente do São Paulo que não está nada bom. Apesar de não vencer, o Tricolor Paulista conseguiu a classificação antecipada para a fase de quartas de final da competição estadual, já que o Mogi Mirim, adversário que brigava pela liderança do grupo perdeu nesta rodada.
Na próxima rodada, o São Paulo jogará diante do Linense, domingo, às 16h, no Morumbi.
FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 25 de março de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (Hora de Brasília)
Público: 25.804 pagantes

Cartões amarelos: Zé Roberto, Vitor Hugo (Palmeiras). Ganso (São Paulo)

Cartões vermelhos: Rafael Toloi, Michel Bastos (São Paulo)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel e Arouca; Rafael Marques (Leandro Pereira), Robinho (Alan Patrick) e Dudu; Cristaldo (Gabriel Jesus)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

VS

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Lucão e Carlinhos; Denilson, Hudson, Ganso (Centurión) e Michel Bastos; Alexandre Pato (Edson Silva) e Alan Kardec (Boschilia)
Técnico: Muricy Ramalho

quarta-feira, 25 de março de 2015

São Paulo e Palmeiras fazem clássico na Arena

O clássico Choque-Rei válido pela 12ª rodada do Campeonato Paulista, será disputado nesta quarta-feira, às 22h (Horário de Brasília), e é considerado o primeiro da história na nova arena do Palmeiras.
O Tricolor Paulista tem sido criticado justamente pelo mau desempenho diante dos rivais em 2015: até aqui o time acumulou um empate sem gols contra o Santos, na Vila Belmiro, e duas derrotas para o Corinthians. Mas a sequência de quatro vitórias seguidas animou os jogadores nas disputas da competição estadual e da Taça Libertadores.
FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X SÃO PAULO

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 25 de março de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (Hora de Brasília)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel e Arouca; Rafael Marques, Robinho e Dudu; Cristaldo
Técnico: Oswaldo de Oliveira

VS

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Lucão e Carlinhos; Denilson, Hudson, Ganso e Michel Bastos; Alexandre Pato e Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

terça-feira, 24 de março de 2015

Muito próximo das quartas de final do Campeonato Paulista

O São Paulo não teve nenhuma dificuldade diante do Marília. A vitória por 3 a 0 foi encaminhada antes da metade do primeiro tempo. Pela primeira vez na temporada o time conseguiu uma sequência de quatro vitórias seguidas. Antes de derrotar o Marília, o time havia vencido São Bento (1 a 0), Ponte Preta (2 a 1) e San Lorenzo (1 a 0).
O Tricolor Paulista ainda não se classificou para a fase de quartas de final da competição, mas está muito próximo disso. O time é o líder do Grupo 1, com 26 pontos.
Na próxima rodada do Campeonato Paulista, o São Paulo fará o clássico diante do Palmeiras, às 22h (Horário de Brasília), na Arena do rival.
FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 0 MARÍLIA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 22 de março de 2015, domingo
Horário: 16h00 (Hora de Brasília)
Público: 7.846 pagantes

Cartões amarelos: Marcus Vinícius, Gilberto, Boquita e Deca (Marília)

Cartão vermelho: Gil Bahia (Marília)

Gols: Ewandro, aos 12 do primeiro tempo, Alan Kardec, aos 15 minutos do primeiro tempo e aos 28 do segundo tempo.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lucão, Édson Silva e Auro; Rodrigo Caio, Thiago Mendes, Boschilia e Centurión (Jonathan Cafu); Ewandro (Michel Bastos) e Alan Kardec
Técnico: Muricy Ramalho

VS 

MARÍLIA: Rodrigo Calchi; Gil Bahia (Rafael Mineiro), Thiago Gomes, Marcus Vinícius (Thiago Elias) e Deca; Juninho Ortega, Gilberto (Fabiano Gadelha), Boquita, Vitor Cruz e Bruno Farias; Leandro Costa
Técnico: Bruno Quadros

quinta-feira, 19 de março de 2015

Respiro aliviado

O São Paulo quase que se complicou jogando em casa. A partida estava empatada até os 44 minutos do segundo tempo, quando da boa jogada de Michel Bastos saiu o gol da vitória por 1 a 0 diante do San Lorenzo.
O time ocupa a vice-liderança do Grupo 2, agora com seis pontos. O Tricolor Paulista ainda teve um gol legal, de Centurión, anulado pela arbitragem. A próxima partida do São Paulo será neste domingo, ás 16h, no Morumbi, válida pelo Campeonato Paulista.
FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 SAN LORENZO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 18 de março de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (Hora de Brasília)

Cartões amarelos: Carlinhos (São Paulo). Blanco, Buffarini, Caruzzo, Kalinski e Mercier (San Lorenzo)

Gol: Michel Bastos, aos 44 minutos do segundo tempo para o São Paulo.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Lucão e Carlinhos; Denilson, Souza (Alan Kardec), Ganso (Boschilia) e Michel Bastos; Alexandre Pato (Centurión) Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

VS

SAN LORENZO: Torrico; Buffarini, Yepes, Caruzzo e Mas; Kalinski, Ortigoza (Mercier), Mussis e Blanco (Romagnoli); Barrientos e Cauteruccio (Matos)
Técnico: Edgardo Bauza

quarta-feira, 18 de março de 2015

São Paulo precisa da vitória diante do San Lorenzo

O São Paulo terá na noite desta quarta-feira, no Morumbi, uma jogão de extrema importância para suas pretensões na Taça Libertadores. O time joga diante do San Lorenzo, adversário direto na disputa por uma vaga para a fase de oitavas de final da competição continental. Ambos estão no Grupo 2, considerado por muitos o mais complicado do torneio.
Só a vitória interessa ao São Paulo. Mandante, o Tricolor Paulista precisa vencer o atual campeão da competição para melhorar sua chance de classificação. Até porque, o time vai enfrentar justamente o adversário de hoje, no dia 1º de abril, na Argentina. E não para por aí, o Tricolor Paulista ainda terá o Danubio, dia 15 de abril, no Uruguai, e o clássico diante do Corinthians, dia 22 de abril, no Morumbi.
FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X SAN LORENZO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 18 de março de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (Hora de Brasília)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Edson Silva e Carlinhos; Denilson, Souza, Ganso e Michel Bastos; Centurión e Alexandre Pato
Técnico: Muricy Ramalho

VS

SAN LORENZO: Torrico; Buffarini, Yepes, Caruzzo e Mas; Kalinski, Ortigoza, Mussis e Blanco; Barrientos e Cauteruccio.
Técnico: Edgardo Bauza
Under Armour anuncia oficialmente parceria com o São Paulo FC
“O clube mais vencedor no futebol brasileiro”, assim a Under Armour anunciou que é a nova parceira do Tricolor Paulista

A Under Armour anunciou no fim da manhã desta terça-feira (17) o acerto com o São Paulo. Em comunicado feito no idioma inglês, a empresa americana enalteceu a parceria com, segundo o texto, o clube mais bem sucedido do futebol Brasileiro.
O contrato começa a valer a partir do dia 1º de maio e renderá ao time cerca de R$ 135 milhões em cinco anos. A empresa americana substituirá a Penalty, que acumulou diversos problemas ao longo do contrato com o Tricolor Paulista e teve sua rescisão antecipada.
No futebol, a fornecedora de material esportivo tem acordo com poucos clubes: Tottenham (da Inglaterra), Colo Colo (do Chile), Cruz Azul e Toluca (do México). A empresa patrocina outras modalidades: Tom Brady (do futebol americano), Michel Phelps (da natação) e George Saint-Pierre (do MMA). A modelo brasileira Gisele Bundchen também é patrocinada pela empresa.
Dos R$ 27 milhões que serão pagos por ano, o São Paulo receberá R$ 15 milhões em dinheiro e mais R$ 12 milhões em material esportivo. Ainda está previsto o pagamento de premiações no caso de títulos alcançados.
A data de lançamento do novo uniforme também está definida: 7 de maio, em evento no estádio do Morumbi. Na data, a Under Armour também vai inaugurar sua loja no local. Existe a possibilidade de que um ídolo mundial seja a estrela do lançamento.
Sobre o uniforme, a empresa colocará à venda dois modelos. O primeiro será rigorosamente igual ao dos jogadores, ao custo de R$ 349,00. Outro, voltado para o torcedor que quer ter uma camisa igual à de jogo, mas sem a tecnologia existente na dos atletas, custará R$ 230. Também está prevista a criação de uma linha casual de moda masculina e feminina.
O acordo entre as partes ainda prevê um tema que será motivo de muita discussão no Conselho Deliberativo: a criação de um terceiro uniforme. Para que ele possa ser fabricado, é preciso da aprovação dos conselheiros, o que não será nada fácil. A Reebok já tentou isso no passado e não conseguiu colocar em prática.

Detalhes do contrato:

Duração: cinco anos
Valor anual em dinheiro: R$ 15 mi
Valor anual em material: R$ 12 mi
Valor total da parceria: R$ 135 mi

terça-feira, 17 de março de 2015

São Paulo consegue vencer a Ponte Preta de virada. Jogo teve péssima atuação dos reservas

Mesmo não jogando bem, o São Paulo conseguiu derrotou a Ponte Preta por 2 a 1, de virada, no estádio Moisés Lucarelli. Pensando na Copa Libertadores da América, o Tricolor Paulista teve apenas Rogério Ceni como titular na escalação.
Com mais essa vitória, o São Paulo abriu ainda mais vantagem na liderança do Grupo 1 do estadual. O time tem 23 pontos, oito a mais que o segundo colocado, que ainda vai jogar.
O Tricolor Paulista agora se prepara para a Taça Libertadores. Nesta quarta-feira, o time terá o San Lorenzo, no Morumbi. A vitória vale muito.
FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 1 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 15 de março de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)

Cartões amarelos: Tiago Alves, Fernando Bob, Rodrigo Biro (Ponte Preta). Hudson, Boschilia, Auro, Rodrigo Caio (São Paulo)

Gols: Roni, aos 9 minutos do primeiro tempo para a Ponte Preta. Paulo Miranda, aos 21, Alan Kardec, aos 38 minutos do segundo tempo para o São Paulo.

PONTE PRETA: João Carlos, Rodinei, Pablo, Tiago Alves e Rodrigo Biro; Fernando Bob, Bruno Silva, Renato Cajá (Thomás) e Roni (Fagner); Biro Biro e Rildo (Wellington)
Técnico: Guto Ferreira

VS

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lucão e Edson Silva; Auro, Hudson (Rodrigo Caio), Thiago Mendes e Boschilia; Cafu, Alan Kardec e Ewandro
Técnico: Muricy Ramalho