quarta-feira, 1 de julho de 2015

São Paulo visita o Atlético-PR esta noite. Time não tem se dado bem na Arena da Baixada

A missão que o São Paulo terá esta noite não será fácil. Diante do Atlético-PR, o Tricolor Paulista terá que acabar com um tabu histórico: o de jamais ter vencido o adversário de hoje na Arena da Baixada pela competição nacional. A partida é válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.
O São Paulo já jogou 13 vezes na Arena da Baixada e a vantagem é toda do Atlético-PR: nove vitórias e quatro empates. O São Paulo só conseguiu vencer o time Paranaense como visitante, no Couto Pereira. Como o estádio do adversário estava passando por reformas nos últimos anos para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014, aqui no Brasil, a última vez que Atlético-PR e São Paulo se enfrentaram na Arena foi em 2011 e o time da casa venceu por 1 a 0.
Até aqui, muito equilíbrio entre os times. São 51 jogos, com 18 vitórias do São Paulo, 14 do Atlético-PR, e 20 empates. No Campeonato Brasileiro, são 13 vitórias de cada um e outros 15 jogos terminaram empatados.
Sem vencer há dois jogos, o São Paulo jogará pressionado depois de ter sido goleado por 4 a 0, pelo rival Palmeiras, no clássico do último domingo.
Em terceiro lugar, o São Paulo tem 17 pontos e pode assumir a liderança em caso de vitória, já que a diferença para o líder é de apenas dois pontos.
FICHA TÉCNICA
ATLETICO-PR X SÃO PAULO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 1º de julho de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (Hora de Brasília)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Gustavo, Kadu e Natanael; Otávio, Hernani e Marcos Guilherme; Ytalo, Nikão e Walter
Técnico: Milton Mendes

VS

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Lucão, Edson Silva e Carlinhos; Souza, Thiago Mendes, Paulo Henrique Ganso e Boschilia; Michel Bastos e Alexandre Pato
Técnico (interino): Milton Cruz

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Humilhação: São Paulo é novamente goleado pelo Palmeiras

Três meses depois de ter perdido para o Palmeiras no Campeonato Paulista, com direito até a um gol de cobertura quase do meio-campo, o São Paulo voltou a ser novamente derrotado pelo rival, desta vez pelo Campeonato Brasileiro. Só que dessa vez, a derrota foi ainda mais dura na tarde deste domingo: 4 a 0.
O São Paulo pretendia vingar o resultado do último clássico diante do rival, quando também foi mal e perdeu por 3 a 0. O Tricolor Paulista mais uma vez ficou só na vontade. Para piorar, o Técnico Juan Carlos Osorio acabou expulso.
O São Paulo ocupa agora a terceira colocação, com 17 pontos. Na próxima rodada, o time visita o Atlético-PR, nesta quarta-feira, em partida válida pela décima rodada, na Arena da Baixada.
FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 4 x 0 SÃO PAULO

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo-SP
Data: 28 de junho de 2015, domingo
Horário: 16 horas (Hora de Brasília)
Público: 29.333 pagantes

Cartões amarelos: Lucas (Palmeiras) Bruno, Hudson e Rafael Toloi (São Paulo)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Arouca, Dudu (Gabriel Jesus), Robinho (Cleiton Xavier) e Rafael Marques; Leandro Pereira (Cristaldo)
Técnico: Marcelo Oliveira

VS

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Carlinhos; Hudson (Centurión), Souza, Ganso e Michel Bastos; Alexandre Pato (Thiago Mendes) e Luis Fabiano
Técnico: Juan Carlos Osorio

segunda-feira, 22 de junho de 2015

São Paulo se acomoda no fim, cede empate ao Avaí e deixa a liderança escapar

O São Paulo foi muito superior ao Avaí,  só que não conseguiu aproveitar as chances que foram criadas ao longo da partida, válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro e, nos minutos finais, acabou vendo o adversário igualar o marcador. Ruim para o Tricolor Paulista que jogava em casa e não retomou a liderança da competição nacional que agora é do Sport-PE.
O São Paulo agora tem 17 pontos. Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor Paulista terá o clássico diante do Palmeiras, domingo, às 16h, fora de casa. 
FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 AVAÍ

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 21 de junho de 2015, domingo
Horário: 16 horas (Hora de Brasília)
Público: 21.364 expectadores

Cartões amarelos: Alexandre Pato (São Paulo). Marquinhos, Romário, Hugo, Adriano (Avaí)

Gols: Souza, aos 9 minutos do segundo tempo parra o São Paulo. André Lima, aos 44 minutos do segundo tempo para o Avaí.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Carlinhos; Hudson, Souza, Thiago Mendes (Edson Silva), Ganso e Michel Bastos; Alexandre Pato (Centurión)
Técnico: Juan Carlos Osorio

VS

AVAÍ: Vagner; Nino Paraíba, Antonio Carlos, Emerson e Romário (Eltinho); Adriano, Pablo (André Lima), Eduardo Neto e Marquinhos; Anderson Lopes e Hugo (Rômulo)
Técnico: Gilson Kleina

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Denilson aceita oferta de time dos Emirados Árabes

Depois de Rodrigo Caio e Paulo Miranda, o volante Denilson também está fora do São Paulo. O jogador aceitou nesta sexta-feira a proposta salarial do Al Wahda, clube dos Emirados Árabes que desembolsará € 3,1 milhões (R$ 10 milhões) pelo volante, que nem jogará neste domingo, diante do Avaí, pelo Campeonato Brasileiro. O São Paulo já tinha aceitado a proposta na última quarta-feira, e o jogador, que antes havia dito que gostaria de permanecer, foi seduzido por uma proposta salarial bem acima do que recebia no Tricolor Paulista.
Denilson foi revelado pelo São Paulo e se tornou jogador profissional em 2005. Naquela ocasião, Paulo Autuori era o técnico do time. Integrou o elenco que conquistou o tricampeonato mundial de clubes daquele ano. Logo foi vendido ao Arsenal e lá permaneceu por cinco temporadas. Retornou ao São Paulo por empréstimo em 2013, ano em que por muito pouco não foi dispensado.
Agora, o técnico Juan Carlos Osorio só terá Hudson como primeiro volante de origem. Souza, que joga como segundo volante e já jogou na posição, poderá ser recuado. Osorio também vai avaliar o aproveitamento de João Schmidt, que retorna no fim deste mês após empréstimo ao Vitória de Setúbal, de Portugal.
Paulo Miranda defenderá clube da Áustria

Paulo Miranda não será mais jogador do São Paulo. O zagueiro, de 26 anos, acertou com o RB Salzburg, da Áustria, por € 2,7 milhões (R$ 9,41 milhões). O Tricolor Paulista tem direito a 40% desse valor. Paulo Miranda viaja na próxima semana para fazer os exames médicos.
Paulo Miranda chegou ao São Paulo em 2012, depois de se destacar no Bahia na disputa do Campeonato Brasileiro de 2011. Foi um jogador irregular. Alternou bons e maus momentos e não teve o prestígio do torcedor. Por outro lado, se destacou por sua polivalência. Além de jogar como zagueiro, também fazia a função de lateral-direito.
Nesta temporada, Paulo Miranda começou a se destacar a partir do momento em que entrou na vaga de Rafael Toloi, que sofreu uma lesão no ombro depois de um empate diante do Internacional. Vinha jogando bem, foi dele um dos gols da vitória por 3 a 2 sobre o Santos, no clássico realizado no Morumbi. Com a saída de Paulo Miranda confirmada, o São Paulo ficará com Rafael Toloi, Dória, Lucão, Edson Silva e Breno como opções para o setor, sendo que Dória só tem contrato de empréstimo até o final deste mês e Breno não possui condições físicas para poder jogar.  Assim, o clube teria de ir ao mercado buscar novas opções defensivas.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

És o primeiro: São Paulo vence fora e assume a liderança

O São Paulo é o novo líder do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, o time treinado por Juan Carlos Osorio conseguiu sua primeira vitória como visitante na competição ao derrotar a Chapecoense por 1 a 0, com um golaço do volante Souza, na Arena Condá.
Foram 59 dias sem comemorar uma vitória longe do Morumbi. A última vez foi diante do Danúbio ainda na fase de grupos da Copa Bridgestone Libertadores, partida vencida por 2 a 1. O Tricolor Paulista que acabou com a invencibilidade do adversário em casa, tem agora 16 pontos.
Na próxima rodada, o São Paulo recebe o Avaí, domingo, às 16h, buscando manter os 100% de aproveitamento no Morumbi.
FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 13 de junho de 2015, sábado
Horário: 16h30 (Hora de Brasília)

Cartões amarelos: Ananias, Gil (Chapecoense); Luis Fabiano, Bruno, Hudson, Thiago Mendes (São Paulo)

Gol: Souza, aos cinco minutos do primeiro tempo para o SPFC.

CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Neto e Dener; Elicarlos (Bruno Rangel), Gil, Bruno Silva e Wagner (Camilo); Ananias (Maranhão) e Edmilson
Técnico: Vinícius Eutrópio

VS

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Reinaldo (Alexandre Pato); Hudson (Wesley), Souza e Michel Bastos; Thiago Mendes e Carlinhos (Auro); Luis Fabiano
Técnico: Juan Carlos Osorio

sábado, 13 de junho de 2015

São Paulo visita a Chapecoense podendo virar líder

O São Paulo tem a oportunidade de liderar o Campeonato Brasileiro se vencer a Chapecoense, neste sábado, às 16h30 (Hora de Brasília), em partida válida pela sétima rodada. O Tricolor Paulista ainda não venceu fora de casa. Se o desempenho no Morumbi é excelente, longe dele deixa a desejar. Foram dois jogos: uma derrota (para a Ponte Preta) e um empate (diante do Internacional).
O técnico Juan Carlos Osorio tem tido dificuldade para arrumar o time devido os desfalques. O zagueiro Paulo Miranda, o meia Paulo Henrique Ganso, o volante Denilson e o meia-atacante argentino Centurión estão fora.
O São Paulo é o vice-líder, com 13 pontos.
FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X SÃO PAULO

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 13 de junho de 2015, sábado
Horário: 16h30 (Horário de Brasília)

CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Neto e Dener; Elicarlos, Gil, Bruno Silva e Wagner; Ananias e Edmilson
Técnico: Vinícius Eutrópio

VS

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Reinaldo; Hudson; Thiago Mendes (Souza), Carlinhos, Michel Bastos e Cafu (Wesley); Luis Fabiano
Técnico: Juan Carlos Osorio